Últimas Notícias

A Brigada militar mais que serve e protege: muitas vezes dá a vida


Decidi escrever sobre a Brigada Militar após ter acompanhado o trágico acidente que vitimou o policial militar Douglas Pacheco Lima, de 27 anos, natural de Santa Maria. O militar, que atuava junto ao 9º Batalhão de Polícia Militar, em Porto Alegre, e morreu afogado em Capão da Canoa na última sexta-feira ao socorrer a namorada Daiane, também natural de Santa Maria. Conforme relato de pessoas que estavam na beira da praia, o policial, que não estava de serviço, e a namorada, banhavam-se no momento em que foram parar em um buraco, por força de um repuxo. Quando os quatro salva-vidas que atuaram no socorro conseguiram retirá-los da água, Lima já estava desacordado e pálido. O soldado chegou a receber massagem cardíaca na areia, mas teve uma convulsão e ficou com o rosto roxo, vindo a falecer depois de uma hora e meia no Hospital Santa Luzia.

Além de “Servir e Proteger”, slogan conhecido por todos nós e que anuncia os objetivos da Brigada Militar, faço questão de citar o artigo 31 do Estatuto dos Policiais Militares do Rio Grande do Sul (Lei Complementar 10.990/ de agosto de 1997) que trata do compromisso de honra ou juramento feito pelo policial militar. Diz o texto: “Ao ingressar na Brigada Militar do Estado, prometo regular a minha conduta pelos preceitos da moral, cumprir rigorosamente as ordens das autoridades a que estiver subordinado e dedicar-me inteiramente ao serviço policial-militar, à manutenção da ordem pública e à segurança da comunidade, mesmo com o risco da própria vida”.


Faço questão de registrar que este policial, tendo salvado a vida de sua namorada, cumpriu com seu dever e honrou seu compromisso assumido ao ingressar na Brigada Militar. Desta forma devemos reconhecer como sociedade, o trabalho e valor de nossos policiais militares, que desde a sua formação buscam a obtenção de resultados de elevada qualidade em qualquer que seja a missão ou operação. A ação do policial militar quando é desenvolvida em consonância com a construção da credibilidade institucional, por conseqüência, promove a melhoria da imagem da instituição e alcança a eficiência.


Para finalizar, quero mais uma vez manifestar a minha solidariedade à família de Douglas Pacheco Lima, em nome de seu pai, o Comissário de Polícia, Hamilton de Melo Lima, da Daiane Gonçalves Schir e deixar a reflexão do valor que têm os nossos brigadianos e a nossa Brigada Militar, instituição da qual sempre fui parceiro e muito orgulha nosso Estado pela retidão, competência, dedicação ao serviço policial militar assim como pelo profissionalismo e sensibilidade, tendo sempre como valor a força da família. E em sua homenagem quero citar uma frase do educador e filósofo brasileiro Paulo Freire “As qualidades ou virtudes são construídas por nós no esforço que nos impomos para diminuir a distância entre o que dizemos e o que fazemos.”


* Deputado estadual

Fonte: AL/RS

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. A Brigada militar mais que serve e protege: muitas vezes dá a vida. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2012. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/ultimas-noticias/a-brigada-militar-mais-que-serve-e-protege-muitas-vezes-da-a-vida/ Acesso em: 19 jun. 2024
Sair da versão mobile