Senado

José Nery homenageia Carlos Marighella, morto há 40 anos

O senador José Nery (PSOL-PA) subiu à tribuna nesta quarta-feira (4) para homenagear Carlos Marighella, morto há 40 anos pelo regime militar. Militante comunista, Marighella fundou em 1966 a Aliança Libertadora Nacional (ALN), movimento que defendia a luta armada contra a ditadura.

– Sua biografia se confunde com a luta pelo socialismo, pela liberdade e pela defesa da vida – declarou o parlamentar.

José Nery lembrou que Marighella começou a militar no Partido Comunista Brasileiro aos 18 anos, tendo sido preso e torturado diversas vezes. Além disso, foi eleito deputado federal constituinte pela Bahia em 1945 e, em 1966, “por discordar do processo de adaptação e burocratização que vivia o Partido Comunista”, deixou essa agremiação para fundar a Aliança Libertadora Nacional.

– Com o endurecimento do regime militar, Marighella passou a ser caçado implacavelmente, até tombar em emboscada patrocinada pelo Dops [Departamento de Ordem Política e Social] – disse o senador.

José Nery citou ainda passagens de textos do sociólogo Florestan Fernandes e do escritor Jorge Amado em que eles elogiam Marighella.

Rei do carimbó

Outro homenageado pelo parlamentar foi Augusto Gomes Rodrigues, “o Verequete”, que faleceu na terça-feira (3), em Belém, aos 93 anos.

– Ele revolucionou a cultura paraense – afirmou José Nery.

O senador ressaltou que Augusto Gomes Rodrigues “era um poeta popular analfabeto que se tornou um grande compositor e se transformou no verdadeiro rei do carimbó paraense”.

José Nery informou o povo do Pará acompanhou o funeral de Verequete, prestando a ele “uma homenagem muito digna e justa”.

Fonte: Senado

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. José Nery homenageia Carlos Marighella, morto há 40 anos. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2009. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/senado/jose-nery-homenageia-carlos-marighella-morto-ha-40-anos/ Acesso em: 28 fev. 2024
Sair da versão mobile