Senado

João Pedro diz que vai defender os “sem-terra” na CPI do MST

“O MST tem a minha solidariedade, o MST vai ter a minha voz aqui no Congresso”. A declaração foi feita pelo senador João Pedro (PT-AM) depois que ele lamentou a criação de uma comissão parlamentar mista de inquérito para investigar repasse de dinheiro público para o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), cujo requerimento de instalação foi protocolado nesta quarta-feira (16).

Na avaliação do senador pelo Amazonas, a CPI é uma tentativa de criminalizar o MST. Ele avaliou que não será fácil tratar uma CPI com tamanho impacto social nas 11 semanas que faltam para a conclusão dos trabalhos legislativos de 2009. João Pedro lembrou que o próximo ano também estará comprometido com a pauta eleitoral: serão realizadas eleições para presidente da República, governadores, senadores e deputados.

João Pedro analisou ainda que o Congresso Nacional deveria analisar assuntos importantes para o país, e não se debruçar sobre temas que deveriam caber apenas à Justiça e ao Ministério Público. Ele observou que o MST reflete a necessidade de justiça social no campo, de reforma agrária, de crédito agrícola e assistência técnica.

– O MST é um movimento legítimo e justo do ponto de vista social, da luta pelos menores, pelos de baixo, como diz um grande intelectual francês. Vejo que a CPI se trata de uma tentativa de criminalizar esse movimento. É uma CPI do grande contra o pequeno, é uma CPI dos poderosos do campo – afirmou João Pedro.

Fonte: Senado

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. João Pedro diz que vai defender os “sem-terra” na CPI do MST. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2009. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/senado/joao-pedro-diz-que-vai-defender-os-sem-terra-na-cpi-do-mst/ Acesso em: 26 mai. 2024
Sair da versão mobile