Política

Anatomia da Corrupção no Brasil (4)

Meus Amigos,

A crise no Ministério dos Transportes, que se arrasta há duas semana, expôs o modus operandi integral da corrupção endêmica que tomou conta do Brasil.
Aquele órgão público desde sempre tem sido flagrado em lances de corrupção, pois tem grandes verbas e pode financiar campanhas políticas e rendas dos
líderes partidários que o controlam. O fato novo é que parece estar havendo um deslocamento do eixo de poder: Dilma Rousssef, auxiliada por Ideli
Salvati, está tirando a fatia do PR na distribuição dos cargos, como se seu apoio não fosse necessário. Valdemar da Costa Neto e Alfredo Nascimento
foram distrados, mesmo com a intervenção em contrário do próprio Lula, de Michel Temer e de Gilberto Carvalho. Uma tentativa de vôo solo de Dilma
Rousseff? Tudo leva a crer. Aguardemos os acontecimentos.

Meus comentários em vídeo:

{youtube}3vOTZexCnEg{/youtube}

* José Nivaldo Cordeiro, Executivo, nascido no Ceará. Reside atualmente em São Paulo. Declaradamente liberal, é um respeitado crítico das idéias
coletivistas. É um dos mais relevantes articulistas nacionais do momento, escrevendo artigos diários para diversos jornais e sites nacionais. É Diretor
da ANL – Associação Nacional de Livrarias.

Como citar e referenciar este artigo:
CORDEIRO, José Nivaldo. Anatomia da Corrupção no Brasil (4). Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2011. Disponível em: https://investidura.com.br/artigos/politica/anatomia-da-corrupcao-no-brasil-4/ Acesso em: 15 jul. 2024
Sair da versão mobile