Gestão, Tecnologia e Qualidade para o Direito

Dado, informação e crítica

 

 

Estas três palavras fazem parte do meu cotidiano de consultor em escritórios jurídicos.

 

Vejo muitos profissionais criando dados, poucos com informação e quase nenhum com crítica.

 

Qual a diferença?

 

Dado é qualquer informação que você armazena e pode coletar depois;

 

Informação é a utilização de dados de maneira a ser-lhe útil;

 

Crítica é o raciocínio em cima da informação obtida;

 

Estes três elementos são fundamentais para o desenvolvimento relevante e estável do escritório.

 

Vejamos um exemplo prático: O escritório lança num controle de processos ou planilha todos os clientes que entraram no escritório no período de uma semana. Isto é um dado. Se através deste dado ele puder concluir quantos fecharam ações com o escritório e quantos foram embora, estamos diante de um dado que transformou-se em informação. Agora, se diante desta informação o sócio tomar uma atitude de investimento em marketing, reformulação de procedimentos, entre outros, estamos diante da crítica, ou seja, da atitude contra o procedimento anterior, ou seja, a evolução.

 

Esta ideia é similar a utilização do PDCA. Leia aqui sobre este tema.

 

Tanto o PDCA como a ideia de dado, informação e crítica nos levam ao mesmo objetivo: Temos que analisar o que está acontecendo e raciocinarmos mudanças, ideias e novos procedimentos.

 

Não podemos aceitar passivamente as coisas como estão simplesmente porque sempre foram assim ou porque nunca tivemos problemas.

 

Sempre podemos evoluir e buscar o melhor. Não aceite menos que isto!

 

Padronize com dados, extraia informações e oferte críticas positivas de remodelação do seu negócio. Este é o segredo do sucesso!

 

 

* Gustavo Rocha, diretor da Consultoria Gestão.Adv.br

Como citar e referenciar este artigo:
ROCHA, Gustavo. Dado, informação e crítica. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2009. Disponível em: https://investidura.com.br/colunas/gestao-tecnologia-e-qualidade-para-o-direito/dado-informacao-e-critica/ Acesso em: 03 mar. 2024