Planalto

BB amplia oferta de crédito em R$ 36,7 bilhões

O Banco do Brasil implantou um conjunto de medidas para aumentar o acesso ao crédito para os principais segmentos da economia. São mais R$ 36,7 bilhões em limites de crédito para 1,2 milhão de clientes pessoa física, 240 mil micro e pequenas empresas, 11 mil produtores rurais e 4 mil prefeituras – todos selecionados a partir de um estudo da base de clientes, que considerou histórico de relacionamento, perfil de risco e propensão ao consumo. As medidas consideram o progressivo reaquecimento da economia, evidenciado em diversos indicadores econômicos.

Com essa medida, que é a terceira iniciativa de elevar a oferta de crédito em 2009, o BB dá continuidade à estratégia de ampliar o financiamento à modernização de bens e equipamentos, ao comércio e ao consumo. Além disso, expande o montante destinado à agricultura e a linhas para o setor público que beneficiam diretamente a população de milhares de cidades brasileiras.

“As medidas trazem novas oportunidades de negócios e são importantes para o crescimento da nossa participação no mercado de crédito, para o resultado da Empresa e para a fidelização da base de clientes. Também contribuem para a geração de emprego e renda e para o desenvolvimento econômico do País”, avalia o vice-presidente de Crédito, Controladoria e Risco Global do BB, Ricardo Flores.

Pessoa física

O BB aumentou o limite das operações com o BB Crediário – financiamento feito diretamente nos estabelecimentos comerciais conveniados -, num total de R$ 12,7 bilhões, beneficiando 1,2 milhão de clientes. O BB Crédito Material de Construção é responsável pela maior parte dessa carteira. Com o aquecimento do mercado imobiliário nos últimos meses, espera-se suprir a maior demanda por recursos dessa linha.

Com foco no financiamento ao consumo, o BB também elevou os limites do cartão de crédito e das operações de crédito direto ao consumidor (CDC) desses clientes pessoa física. No total, esse grupo terá mais R$ 5 bilhões para financiar suas compras.

Vale lembrar que, em maio de 2009, o BB elevou o limite para operações de crédito de 10 milhões de clientes pessoa física em R$ 13 bilhões.

Micro e pequenas empresas

Em consonância com o cenário atual que aponta para a retomada gradual dos investimentos no setor produtivo e em linha com a redução de taxas dos financiamentos para a compra de bens de capital anunciada pelo BNDES, o Banco do Brasil, grande parceiro das micro e pequenas empresas, disponibilizará R$ 13,9 bilhões em limite pré-aprovado para financiar as operações de investimento de 240 mil clientes.

Com isso, a contratação das operações será mais ágil e permitirá que as empresas aproveitem as recentes reduções de taxas e melhorias das condições promovidas nas linhas de longo prazo com recursos do BNDES. Ressalte-se que o BB foi líder no repasse de recursos do BNDES no 1º semestre e em julho deste ano.

O segmento contará ainda com novas condições para antecipar as vendas futuras com cartão de crédito Visa: o prazo de pagamento foi ampliado de 12 para 24 meses e foram identificados clientes com potencial para ampliação dos limites de crédito em até R$ 569 milhões.

Em junho último, com o objetivo de aumentar o capital para comercialização, o BB ampliou o limite de crédito para operações com recebíveis para cerca de 303 mil micro e pequenas empresas em R$ 11,6 bilhões.

Produtores rurais

Para amparar as operações de estocagem, o BB elevou o limite de crédito de 10,6 mil produtores rurais, que apresentam bom histórico de pagamento e baixo perfil de risco, no montante de R$ 1,4 bilhão. Com isso, pretende-se garantir que esses produtores tenham recursos para estocar a safra colhida até o melhor momento para a venda.

Municípios

O Banco do Brasil renovou o limite de crédito de 4 mil prefeituras, disponibilizando mais R$ 3,1 bilhões para financiamentos do Programa de Intervenções Viárias (Provias) e do Caminho da Escola, dois importantes programas do Governo Federal para o desenvolvimento socioeconômico dos municípios.

O programa Caminho da Escola foi criado em 2007 com o objetivo de renovar e ampliar a frota de veículos destinada ao transporte diário de alunos da educação básica da rede pública, principalmente daqueles residentes na zona rural. O programa é um importante instrumento de incentivo à educação e de combate à evasão escolar.

O Provias é um importante recurso para incrementar o investimento em infraestrutura de transporte para os municípios brasileiros, pois proporciona o financiamento a baixo custo de máquinas e equipamentos novos destinados a melhorias em vias públicas, rodovias e estradas.

O Banco do Brasil implantou um conjunto de medidas para aumentar o acesso ao crédito para os principais segmentos da economia. São mais R$ 36,7 bilhões em limites de crédito para 1,2 milhão de clientes pessoa física, 240 mil micro e pequenas empresas, 11 mil produtores rurais e 4 mil prefeituras – todos selecionados a partir de um estudo da base de clientes, que considerou histórico de relacionamento, perfil de risco e propensão ao consumo. As medidas consideram o progressivo reaquecimento da economia, evidenciado em diversos indicadores econômicos.

Com essa medida, que é a terceira iniciativa de elevar a oferta de crédito em 2009, o BB dá continuidade à estratégia de ampliar o financiamento à modernização de bens e equipamentos, ao comércio e ao consumo. Além disso, expande o montante destinado à agricultura e a linhas para o setor público que beneficiam diretamente a população de milhares de cidades brasileiras.

“As medidas trazem novas oportunidades de negócios e são importantes para o crescimento da nossa participação no mercado de crédito, para o resultado da Empresa e para a fidelização da base de clientes. Também contribuem para a geração de emprego e renda e para o desenvolvimento econômico do País”, avalia o vice-presidente de Crédito, Controladoria e Risco Global do BB, Ricardo Flores.

Pessoa física

O BB aumentou o limite das operações com o BB Crediário – financiamento feito diretamente nos estabelecimentos comerciais conveniados -, num total de R$ 12,7 bilhões, beneficiando 1,2 milhão de clientes. O BB Crédito Material de Construção é responsável pela maior parte dessa carteira. Com o aquecimento do mercado imobiliário nos últimos meses, espera-se suprir a maior demanda por recursos dessa linha.

Com foco no financiamento ao consumo, o BB também elevou os limites do cartão de crédito e das operações de crédito direto ao consumidor (CDC) desses clientes pessoa física. No total, esse grupo terá mais R$ 5 bilhões para financiar suas compras.

Vale lembrar que, em maio de 2009, o BB elevou o limite para operações de crédito de 10 milhões de clientes pessoa física em R$ 13 bilhões.

Micro e pequenas empresas

Em consonância com o cenário atual que aponta para a retomada gradual dos investimentos no setor produtivo e em linha com a redução de taxas dos financiamentos para a compra de bens de capital anunciada pelo BNDES, o Banco do Brasil, grande parceiro das micro e pequenas empresas, disponibilizará R$ 13,9 bilhões em limite pré-aprovado para financiar as operações de investimento de 240 mil clientes.

Com isso, a contratação das operações será mais ágil e permitirá que as empresas aproveitem as recentes reduções de taxas e melhorias das condições promovidas nas linhas de longo prazo com recursos do BNDES. Ressalte-se que o BB foi líder no repasse de recursos do BNDES no 1º semestre e em julho deste ano.

O segmento contará ainda com novas condições para antecipar as vendas futuras com cartão de crédito Visa: o prazo de pagamento foi ampliado de 12 para 24 meses e foram identificados clientes com potencial para ampliação dos limites de crédito em até R$ 569 milhões.

Em junho último, com o objetivo de aumentar o capital para comercialização, o BB ampliou o limite de crédito para operações com recebíveis para cerca de 303 mil micro e pequenas empresas em R$ 11,6 bilhões.

Produtores rurais

Para amparar as operações de estocagem, o BB elevou o limite de crédito de 10,6 mil produtores rurais, que apresentam bom histórico de pagamento e baixo perfil de risco, no montante de R$ 1,4 bilhão. Com isso, pretende-se garantir que esses produtores tenham recursos para estocar a safra colhida até o melhor momento para a venda.

Municípios

O Banco do Brasil renovou o limite de crédito de 4 mil prefeituras, disponibilizando mais R$ 3,1 bilhões para financiamentos do Programa de Intervenções Viárias (Provias) e do Caminho da Escola, dois importantes programas do Governo Federal para o desenvolvimento socioeconômico dos municípios.

O programa Caminho da Escola foi criado em 2007 com o objetivo de renovar e ampliar a frota de veículos destinada ao transporte diário de alunos da educação básica da rede pública, principalmente daqueles residentes na zona rural. O programa é um importante instrumento de incentivo à educação e de combate à evasão escolar.

O Provias é um importante recurso para incrementar o investimento em infraestrutura de transporte para os municípios brasileiros, pois proporciona o financiamento a baixo custo de máquinas e equipamentos novos destinados a melhorias em vias públicas, rodovias e estradas.

O Banco do Brasil implantou um conjunto de medidas para aumentar o acesso ao crédito para os principais segmentos da economia. São mais R$ 36,7 bilhões em limites de crédito para 1,2 milhão de clientes pessoa física, 240 mil micro e pequenas empresas, 11 mil produtores rurais e 4 mil prefeituras – todos selecionados a partir de um estudo da base de clientes, que considerou histórico de relacionamento, perfil de risco e propensão ao consumo. As medidas consideram o progressivo reaquecimento da economia, evidenciado em diversos indicadores econômicos.

Com essa medida, que é a terceira iniciativa de elevar a oferta de crédito em 2009, o BB dá continuidade à estratégia de ampliar o financiamento à modernização de bens e equipamentos, ao comércio e ao consumo. Além disso, expande o montante destinado à agricultura e a linhas para o setor público que beneficiam diretamente a população de milhares de cidades brasileiras.

“As medidas trazem novas oportunidades de negócios e são importantes para o crescimento da nossa participação no mercado de crédito, para o resultado da Empresa e para a fidelização da base de clientes. Também contribuem para a geração de emprego e renda e para o desenvolvimento econômico do País”, avalia o vice-presidente de Crédito, Controladoria e Risco Global do BB, Ricardo Flores.

Pessoa física
O BB aumentou o limite das operações com o BB Crediário – financiamento feito diretamente nos estabelecimentos comerciais conveniados -, num total de R$ 12,7 bilhões, beneficiando 1,2 milhão de clientes. O BB Crédito Material de Construção é responsável pela maior parte dessa carteira. Com o aquecimento do mercado imobiliário nos últimos meses, espera-se suprir a maior demanda por recursos dessa linha.

Com foco no financiamento ao consumo, o BB também elevou os limites do cartão de crédito e das operações de crédito direto ao consumidor (CDC) desses clientes pessoa física. No total, esse grupo terá mais R$ 5 bilhões para financiar suas compras.

Vale lembrar que, em maio de 2009, o BB elevou o limite para operações de crédito de 10 milhões de clientes pessoa física em R$ 13 bilhões.

Micro e pequenas empresas
Em consonância com o cenário atual que aponta para a retomada gradual dos investimentos no setor produtivo e em linha com a redução de taxas dos financiamentos para a compra de bens de capital anunciada pelo BNDES, o Banco do Brasil, grande parceiro das micro e pequenas empresas, disponibilizará R$ 13,9 bilhões em limite pré-aprovado para financiar as operações de investimento de 240 mil clientes.

Com isso, a contratação das operações será mais ágil e permitirá que as empresas aproveitem as recentes reduções de taxas e melhorias das condições promovidas nas linhas de longo prazo com recursos do BNDES. Ressalte-se que o BB foi líder no repasse de recursos do BNDES no 1º semestre e em julho deste ano.

O segmento contará ainda com novas condições para antecipar as vendas futuras com cartão de crédito Visa: o prazo de pagamento foi ampliado de 12 para 24 meses e foram identificados clientes com potencial para ampliação dos limites de crédito em até R$ 569 milhões.

Em junho último, com o objetivo de aumentar o capital para comercialização, o BB ampliou o limite de crédito para operações com recebíveis para cerca de 303 mil micro e pequenas empresas em R$ 11,6 bilhões.

Produtores rurais
Para amparar as operações de estocagem, o BB elevou o limite de crédito de 10,6 mil produtores rurais, que apresentam bom histórico de pagamento e baixo perfil de risco, no montante de R$ 1,4 bilhão. Com isso, pretende-se garantir que esses produtores tenham recursos para estocar a safra colhida até o melhor momento para a venda.

Municípios
O Banco do Brasil renovou o limite de crédito de 4 mil prefeituras, disponibilizando mais R$ 3,1 bilhões para financiamentos do Programa de Intervenções Viárias (Provias) e do Caminho da Escola, dois importantes programas do Governo Federal para o desenvolvimento socioeconômico dos municípios.

O programa Caminho da Escola foi criado em 2007 com o objetivo de renovar e ampliar a frota de veículos destinada ao transporte diário de alunos da educação básica da rede pública, principalmente daqueles residentes na zona rural. O programa é um importante instrumento de incentivo à educação e de combate à evasão escolar.

O Provias é um importante recurso para incrementar o investimento em infraestrutura de transporte para os municípios brasileiros, pois proporciona o financiamento a baixo custo de máquinas e equipamentos novos destinados a melhorias em vias públicas, rodovias e estradas.

Fonte: Presidência

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. BB amplia oferta de crédito em R$ 36,7 bilhões. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2009. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/planalto/bb-amplia-oferta-de-credito-em-r-367-bilhoes/ Acesso em: 27 mai. 2024