Esta matéria contém recursos multimídia" />
Senado

Augusto Botelho comemora recorde na geração de empregos em janeiro Esta matéria contém recursos multimídia

[Foto: senador Augusto Botelho (PT-RR)]
Página Multimídia

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgou na manhã desta quinta-feira (18) que no primeiro mês de 2010 foram gerados no Brasil mais de 181 mil postos de trabalho. O número superou a estimativa do ministro do Trabalho, Carlos Lupi, que era a criação de 142 mil empregos. Ao levar a notícia para o Plenário, o senador Augusto Botelho (PT-RR) destacou que esse é o maior volume de geração de vagas formais no mês de janeiro em toda a história.

– O Brasil vive atualmente uma situação positiva e única. Nosso país está num momento muito bom e nada melhor entre os indicativos da economia do que a geração de emprego pra mostrar isso. Conseguiremos atingir a meta estabelecida pelo governo federal de gerar dois milhões de empregos em 2010 – afirmou Augusto Botelho.

Segundo o senador por Roraima, o Caged registrou um total de 1,4 milhão de pessoas admitidas em postos formais de emprego e 1,2 milhão de demissões. Ele declarou que a criação de empregos foi mais forte na indústria, com geração recorde de 68 mil novos postos. O setor de serviços também alcançou seu melhor número em um mês de janeiro: quase 58 mil novas vagas.

Outro assunto abordado por Botelho foi o voto de pesar que apresentou em conjunto com o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) pela morte do empresário e pecuarista Ubirajara Evangelista Pinho. O senador contou que Ubirajara, que era seu tio, foi o primeiro funcionário da Secretaria de Agricultura que trabalhou na proteção das tartarugas em Roraima.

– Antes de se falar em ecologia ou de o Ibama [Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis] ser criado, um secretário de Roraima constatou que as tartarugas estavam diminuindo em Rio Branco. Descobriram que nos tabuleiros, as praias onde elas desovavam todos os anos, as raposas, gaviões, carcarás e peixes como surubins, filhotes e tucunarés estavam comendo os filhotes quando eles saiam dos ovos e iam em direção à água – explicou Augusto Botelho.

Ubirajara Pinho, completou o senador, era levado por um barco para esse local e às vezes ficava por lá até 60 dias, acompanhando a desova. Quando as tartarugas nasciam, ele as recolhia para soltar 20 quilômetros acima daquele trecho do rio. Levava farinha como provisão e comia com peixe. De acordo com Augusto Botelho, hoje as tartarugas são abundantes em Rio Branco.

Fonte: Senado

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. Augusto Botelho comemora recorde na geração de empregos em janeiro Esta matéria contém recursos multimídia. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2010. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/senado/augusto-botelho-comemora-recorde-na-geracao-de-empregos-em-janeiro/ Acesso em: 15 jun. 2024