Câmara

Para Ministério da Fazenda, redução na conta de luz alavancará consumo

O secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda, Antonio Henrique Silveira, destacou há pouco que a Medida Provisória (MP) 579/12, que reduz o valor das contas de luz, provocará redução de custos operacionais dos setores produtivos e de custos de vida para a população. No caso da indústria de alta tensão, a redução estimada é de cerca de 15% nos custos operacionais.

“Em longo prazo, a medida deve alavancar o consumo das famílias em 3% ou 4%”, disse. Além disso, segundo ele, haverá ganhos de importação de 1,5% em termos agregados. “Estimamos a melhoria das condições de competição no mercado internacional”, disse. Em termos de inflação, a previsão é de redução direta no IPCA de 0,5% e, em médio prazo, de até 1,2%.

Conforme o secretário, a redução do preço de energia elétrica faz parte do esforço do governo para a redução do chamado “custo-Brasil”.

Antonio Henrique Silveira participa de audiência pública na Comissão Mista que discute a MP 579/12. A medida define a redução, de 16,2% a 28%, das contas de luz a partir de 2013. O governo estima que as medidas possam representar uma redução de 19% a 28% no valor da tarifa paga por grandes empresas. No caso dos consumidores domésticos, o corte pode chegar a 16,2%.

Prejuízos
Sobre os eventuais prejuízos que a medida pode trazer para as concessionárias do setor, o secretário afirmou que a “incerteza regulatória” é temporária. “O modelo da chamada energia nova continua intocado”, disse.

A audiência prossegue no Senado.

Continue acompanhando esta cobertura.

Fonte: Portal Câmara dos Deputados

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. Para Ministério da Fazenda, redução na conta de luz alavancará consumo. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2012. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/camara/para-ministerio-da-fazenda-reducao-na-conta-de-luz-alavancara-consumo/ Acesso em: 23 mai. 2024