Últimas Notícias

Jeferson aponta contradições do discurso da oposição


O deputado Jeferson Fernandes (PT) aconselhou a oposição a se concentrar no conteúdo real do projeto de lei que altera os critérios de promoções da Brigada Militar e evitar ilações que possam causar embaraços para seus próprios aliados. O petista rebateu, na tarde desta terça-feira (28), as alegações de que o projeto tem como propósito agraciar integrantes da BM aliados do governo por meio de promoções baseadas em critérios políticos. Sem citar nomes, ele  exibiu na tribuna uma lista 10 oficiais ligados ao PMDB e ao PSDB que foram promovidos em 2003 e 2004 na carona de uma leva de promoções por antiguidade. Um dos casos citados é o de um major passou a frente de outros 139 oficiais que estavam na fila de espera para também serem promovidos.

 

Segundo o parlamentar, a oposição está fazendo uma tempestade em relação à proposta que apenas equaliza os critérios de promoção na Brigada Militar. “Estamos propondo os mesmos critérios que hoje valem na  ascensão de tenente-coronel a coronel para a promoção de major a tenente-coronel. Não sei por que isso equivaleria a partidarização da corporação no primeiro caso e não no segundo, como pressupõem as críticas dos deputados oposicionistas”, apontou. O deputado afirmou também que outro mérito do projeto é ampliar em 30% o chamado ”quadro de acesso”, integrado pelos oficiais que aspiram ascender profissionalmente.

 

Jeferson acredita que, a partir do diálogo com os servidores, será possível construir as condições para a aprovação do projeto pela Assembleia Legislativa.  “Nosso governo tem desencadeado uma série de ações para valorizar os servidores, inclusive, aumentando as vagas para promoções na Brigada e na Polícia Civil. Vamos dar continuidade ao processo de negociação respeitosa e, com certeza, chegaremos a bom termo”, finalizou.


Promoções na BM
Jeferson aponta contradições do discurso da oposição

O deputado Jeferson Fernandes (PT) aconselhou a oposição a se concentrar no conteúdo real do projeto de lei que altera os critérios de promoções da Brigada Militar e evitar ilações que possam causar embaraços para seus próprios aliados. O petista rebateu, na tarde desta terça-feira (28), as alegações de que o projeto tem como propósito agraciar integrantes da BM aliados do governo por meio de promoções baseadas em critérios políticos. Sem citar nomes, ele  exibiu na tribuna uma lista 10 oficiais ligados ao PMDB e ao PSDB que foram promovidos em 2003 e 2004 na carona de uma leva de promoções por antiguidade. Um dos casos citados é o de um major passou a frente de outros 139 oficiais que estavam na fila de espera para também serem promovidos.

 

Segundo o parlamentar, a oposição está fazendo uma tempestade em relação à proposta que apenas equaliza os critérios de promoção na Brigada Militar. “Estamos propondo os mesmos critérios que hoje valem na  ascensão de tenente-coronel a coronel para a promoção de major a tenente-coronel. Não sei por que isso equivaleria a partidarização da corporação no primeiro caso e não no segundo, como pressupõem as críticas dos deputados oposicionistas”, apontou. O deputado afirmou também que outro mérito do projeto é ampliar em 30% o chamado ”quadro de acesso”, integrado pelos oficiais que aspiram ascender profissionalmente.

 

Jeferson acredita que, a partir do diálogo com os servidores, será possível construir as condições para a aprovação do projeto pela Assembleia Legislativa.  “Nosso governo tem desencadeado uma série de ações para valorizar os servidores, inclusive, aumentando as vagas para promoções na Brigada e na Polícia Civil. Vamos dar continuidade ao processo de negociação respeitosa e, com certeza, chegaremos a bom termo”, finalizou.

Fonte: AL/RS

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. Jeferson aponta contradições do discurso da oposição. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2012. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/ultimas-noticias/jeferson-aponta-contradicoes-do-discurso-da-oposicao/ Acesso em: 21 mai. 2024