STF

Rádio Justiça destaca Sistema de Gestão de Precatórios e atuação da Defensoria Pública

Rádio Justiça destaca Sistema de Gestão de Precatórios e atuação da Defensoria Pública

Jornal da Justiça: CNJ aprova criação do Sistema de Gestão de Precatórios
O Plenário do Conselho Nacional de Justiça aprovou resolução que vai regular a gestão dos precatórios no âmbito do Poder Judiciário. Em entrevista, o conselheiro e ministro Ives Gandra Martins Filho fala sobre o Sistema de Gestão de Precatórios, que será gerenciado pelo CNJ. Acompanhe ainda no Jornal da Justiça as decisões da sessão plenária do Supremo Tribunal Federal, como a que negou pedidos contra a incorporação salarial de servidores e o pedido de vista que interrompeu a análise do Recurso Extraordinário que discute base de cálculo de adicional por tempo de serviço da classe. Outro destaque: MPF/BA denuncia contratação de funcionários fantasmas em Porto Seguro, num esquema que contou com a participação do ex-prefeito do município de Jânio Natal e causou prejuízo de R$ 849 mil aos cofres públicos. Jornal da Justiça, nesta quinta-feira (15), entre 6h e 8h.

Hora Legal destaca a atuação da Defensoria Pública da União no STF
Acompanhe nesta edição uma discussão sobre a atuação da Defensoria Pública da União no Supremo Tribunal Federal. É a DPU que assegura que os Habeas Corpus sejam impetrados no Supremo Tribunal Federal, quando já foram negado por Tribunais Superiores, garantindo liminares e ordens concedidas em curto período de tempo. Já o professor Wagner Balera, da Faculdade de Direito e Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Direito Previdenciário da PUC/SP, falará sobre o livro “Sistema de Seguridade Social”, da editora Ltr. Hora Legal, nesta quinta-feira (15), a partir das 8 horas.

Justiça em Movimento explica o que é o crime de favorecimento real
Entregar ou esconder o parente/amigo que cometeu algum crime suscita dúvidas morais, emocionais e jurídicas. Se, por um lado, o indivíduo pensa em preservar aquele que tem afinidade, por outro, fica a dúvida quanto o que pode acontecer caso a polícia descubra a participação. Acompanhe nesta edição o que prevê a legislação brasileira sobre o assunto: será que quem oferece abrigo a um criminoso, pode ser penalmente responsabilizado? Confira a resposta nas entrevistas com o promotor de Justiça e professor de Direito Penal, Dr. Rogério Sanches Cunha, e o juiz da 1ª Vara Criminal de Goiânia, Dr. Jesseir Coelho de Alcântara. Justiça em Movimento, nesta quinta-feira (15), a partir das 10h40.

Pauta da sessão plenária prevê julgamento que envolve reforma agrária
Questões relacionadas a concursos públicos e reforma agrária estão previstas na sessão plenária desta quinta-feira (15) no Supremo Tribunal Federal. No  Mandado de Segurança 27260, uma candidata ao cargo de procurador da República no concurso realizado em fevereiro de 2008, contesta a retirada de seu nome da lista de aprovados após a análise de recursos interpostos contra o primeiro gabarito. Os ministros também devem julgar o MS 24660, impetrado por candidata ao cargo de promotora da Justiça Militar e o MS 27608, que contesta o 24º concurso para provimento do cargo de procurador da República. Outros dois Mandados de Segurança questionam decreto expropriatório do presidente da República. A Rádio Justiça apresenta a sessão plenária do STF nesta quinta-feira (15), a partir das 14h10.

Direito à educação será discutido no Espaço Forense
Neste 15 de outubro, dia do Professor, o Espaço Forense discute o direito à educação. Ele é parte de um conjunto de direitos chamados de direitos sociais, que têm como inspiração o valor da igualdade entre as pessoas. No Brasil, só foi reconhecido pela Constituição de 1988, que repensou a responsabilidade do Estado e colocou a promoção da educação fundamental entre os seus deveres. Antes disso, o Estado não tinha a obrigação formal de garantir a educação de qualidade à todos os brasileiros, o ensino público era tratado como uma assistência aos que não podiam pagar. Acompanhe uma discussão sobre o tema, como as propostas para melhorar a educação no país e o ensino à distância no Espaço Forense desta quinta-feira (15), a partir das 17 horas.

Conciliação é o tema da radionovela “Casal Hospital”
A trama desta semana traz a história do casal Olavo e Alzira. Eles finalmente encontraram uma madrinha e um padrinho para batizar o filho. Acontece que Romeu e Lourdes, os escolhidos, não ficam um dia sem brigar. Um dia, a confusão foi tamanha, que o caso foi parar no hospital e os dois decidem se separar. Alzira se desespera, já que não quer que o filho tenha dois padrinhos que não se entendem e busca, com a ajuda de Olavo, reconciliá-los. Acompanhe a trama da radionovela “Casal Hospital” pela Rádio Justiça, em nove horários: de segunda a sexta-feira às 5h50, 10h50, 13h50, 14h50, 17h50, 20h50, 23h50, 1h50, 3h50.

Rádio Justiça
Emissoras interessadas podem receber boletins diários produzidos pela Radioagência Justiça. Basta um cadastro no site. São jornais com as principais notícias do Judiciário transmitidos diariamente.  

A Rádio Justiça é sintonizada em 104,7 MHz, no Distrito Federal, pelo satélite ou pelo site www.radiojustica.jus.br.

Fonte: Rádio Justiça

Fonte: STF

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. Rádio Justiça destaca Sistema de Gestão de Precatórios e atuação da Defensoria Pública. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2009. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/stf-noticias/radio-justica-destaca-sistema-de-gestao-de-precatorios-e-atuacao-da-defensoria-publica/ Acesso em: 22 jun. 2024