STF

Programa Fórum debate a igualdade entre homens e mulheres

Programa Fórum debate a igualdade entre homens e mulheres

Em debate no "Fórum", os avanços da sociedade brasileira em prol da igualdade de direitos, oportunidades para homens e mulheres e os desafios da atualidade para a brasileira rumo à equidade.

Comentando o último relatório do Banco Mundial  Índice Global de Desigualdade de Gêneros 2009, Maria Amélia de Almeida Telles, coordenadora-chefe do Núcleo de Pesquisa do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais, afirma que a queda do Brasil nesse ranking se deve, em parte, ao fato de a Lei Maria da Penha ainda “não ter sido assimilada pela sociedade e pelo aparelho estatal, que até agora não se deram conta do instrumento que têm na mão”.  Marlene Libardoni, da ONG Agende, aponta como motivos “o número muito baixo de juizados especiais e, nas varas criminais, o trabalho ainda não está ajustado pelo fato de a lei ser muito nova, só tem três anos” e “ falta  pessoal qualificado”. Libardoni defende um trabalho de conscientização e capacitação para que a lei seja melhor aplicada.

Maria Amélia Telles diz que um dos principais motivos da queda do Brasil no ranking mundial de desigualdade de gêneros se deve à escassa presença da mulher na política: “Nenhum partido político cumpriu a lei das cotas para as mulheres. Ela também aponta a  falta de eficácia da ação do Estado brasileiro em fazer aplicar as leis aprovadas no Legislativo. No Congresso, apenas dez por cento dos parlamentares são do sexo feminino, enquanto na Argentina, onde a lei das cotas é cumprida pelos partidos políticos, essa presença é bem maior: cinquenta por cento”.

Comentando a campanha "Dezesseis dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher", realizada entre os dias 20 de novembro e 10 de dezembro, Marlene Libardoni comemora o fato de que “em 2008, quase 60 por cento dos eventos foram em municípios do interior, onde há menos informação”, o que mostra que “a soma de esforços da ação coordenada da sociedade com o governo vem produzindo bons resultados.

O programa "Fórum" tem um canal direto com você. Participe! Encaminhe um e-mail para forum@stf.jus.br.

A TV Justiça estreia programa inédito nesta sexta-feira, às 20h30, com reprises no sábado, às 18h30, e segunda-feira, às 21h.

 

 

 Fonte: TV Justiça

Fonte: STF

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. Programa Fórum debate a igualdade entre homens e mulheres. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2009. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/stf-noticias/programa-forum-debate-a-igualdade-entre-homens-e-mulheres/ Acesso em: 03 mar. 2024