STF

Brasil.jus mostra como as ações da Justiça de primeira instância mudam a vida de comunidades pelo país a fora.

Brasil.jus mostra como as ações da Justiça de primeira instância mudam a vida de comunidades pelo país a fora.

Nesta semana a equipe do "Brasil.jus" visita duas cidades de Minas Gerais. A primeira delas, Itaúna, é uma cidade que acorda e dorme com o barulho do trem. É ele quem carrega o maior tesouro da região: o minério de ferro, encontrado nas montanhas rochosas que cercam o lugar.

Em Itaúna, a equipe conheceu o juiz Paulo Antonio de Carvalho. Titular da Vara Criminal, é dele a responsabilidade de mandar soltar ou prender. Mas o juiz resolveu ir além destas atribuições e tratou de colaborar na ressocialização dos presos da cidade. Tanto que resolveu investir no presídio, que nada tem a ver com uma cadeia tradicional. Até o nome é diferente! Centro de Integração Social. Por lá não existe seguranças armados, a chave fica com um dos internos, e os relacionamentos são na base da confiança.

Todos os presos são chamados de recuperandos e trabalham nos mais variados serviços. Uns fazem o pão, outros cuidam das refeições. Há ainda os que produzem tijolos, os que cuidam da horta e os que fazem artesanato.

Você vai conhecer a história de Fábio, que cumpre pena, trabalha, e conseguiu se formar em Engenharia Industrial Mecânica. E a trajetória de Ailton, que depois de passar 20 anos preso, montou uma fábrica de sandálias com a mão-de-obra do presídio.

Nossa segunda parada em Minas Gerais é em João Pinheiro, o município mais extenso do Estado. Por lá, conhecemos dona Benedita. Prestes a completar 100 anos, ela é um exemplo de lucidez e otimismo. Chegou a João Pinheiro ainda criança, casou-se e se tornou professora e teve 10 filhos. Foi justamente conversando com gente como dona Benedita e outros moradores mais antigos, que o juiz José Henrique Mallmann resolveu resgatar a memória da cidade. Prédios antigos, já destruídos, eram motivo de lamento por parte da população.  Com um terreno doado por uma moradora, material conseguido com empresários e a mão de obra de presos, que trocaram o trabalho por redução de pena, a cidade ganhou uma réplica da primeira igreja da cidade: a Igreja Santana do Alegre. O juiz também mobilizou os moradores para restaurar um antigo casarão e nele montar uma casa de cultura, um museu e um cinema, nos mesmos moldes do primeiro que a cidade já teve: o cine Sinhá Maria. Nossa equipe mostra a alegria das crianças que, pela primeira vez, puderam conhecer uma sala de cinema. "A ideia do cinema surgiu primeiro para eternizar um pouco da memória da cidade e segundo para dar às crianças um pouco mais de diversão e cultura", diz o juiz José Henrique Mallmann.

"Brasil.jus"": A Justiça sob diferentes olhares!

O "Brasil.jus" agora tem novos horários.

Inédito: sábado – 21h30

Horários Alternativos: domingo – 00h00 / segunda-feira – 20h30 / sexta-feira 22h30

 

Fonte: TV Justiça

Fonte: STF

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. Brasil.jus mostra como as ações da Justiça de primeira instância mudam a vida de comunidades pelo país a fora.. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2010. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/stf-noticias/brasil-jus-mostra-como-as-acoes-da-justica-de-primeira-instancia-mudam-a-vida-de-comunidades-pelo-pais-a-fora-2/ Acesso em: 23 jul. 2024