Senado

Senado aprova Aldo Luiz Mendes para a Diretoria de Política Monetária do BC

[foto: economista Aldo Luiz Mendes ]

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (24), com 41 votos favoráveis e 11 contrários, a indicação de Aldo Luiz Mendes para exercer o cargo de diretor de Política Monetária do Banco Central do Brasil, em substituição a Mario Gomes Torós. O relator da indicação, senador Aloizio Mercadante (PT-SP), disse que, além de possuir formação acadêmica adequada, Aldo Luiz Mendes desempenhou várias funções compatíveis com o novo cargo.

O líder do DEM, senador José Agripino (DEM-RN) lembrou que Mario Gomes Torós deixou o cargo após conceder entrevista ao jornal Valor Econômico, que incomodou bastante o governo. Ele assinalou que seu partido em nenhum momento fez qualquer comentário sobre a saída de Torós e a indicação de Aldo Luiz Mendes, porque se trata da Diretoria de Política Monetária, responsável pelo controle da inflação.

– Nós queremos o melhor para o país e se o governo entende que ele é o diretor apropriado para conduzir a política monetária do BC, nós fornecemos o nosso aval – anunciou.

O líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM), afirmou que Aldo Luiz Mendes é um técnico de valor, uma pessoa aparelhada, e não vai compor de maneira equivocada os quadros do Banco Central. Arthur Virgílio criticou o presidente do BC, Henrique Meirelles, por ter-se filiado a um partido político em plena vigência do seu cargo.

– Considero que misturar a vida pública e a militância partidária com o cargo não faz bem à imagem do presidente do BC, que tem méritos, mas a meu ver incorre em algum demérito específico – disse.

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) disse que Aldo Luiz Mendes foi seu aluno e que é uma honra votar nele, pois sabe que tipo de diretor o BC terá. Ele classificou Aldo Luiz Mendes como uma pessoa muito competente.

Abin

Com 49 votos favoráveis e 11 contrários, foi aprovada a indicação de Wilson Roberto Trezza para exercer o cargo de diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Também foi aprovada com 47 votos favoráveis, 6 contrários e uma abstenção, a indicação da promotora de Justiça Cláudia Maria de Freitas Chagas para compor o Conselho Nacional do Ministério Público.

A pedido do líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB-RR), a votação da indicação do procurador regional da República Mário Luiz Bonsaglia para compor o Conselho Nacional do Ministério Público foi adiada para esta quarta-feira (25).

Ricardo Icassatti / Agência Senado

Plenário aprova novo diretor de política monetária do Banco Central

População do Acre participará de referendo sobre alteração do fuso horário do estado

Aprovados empréstimos para Ceará e Ponta Grossa

Aprovada participação do Brasil em fundo global para meio ambiente

Fonte: Senado

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. Senado aprova Aldo Luiz Mendes para a Diretoria de Política Monetária do BC. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2009. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/senado/senado-aprova-aldo-luiz-mendes-para-a-diretoria-de-politica-monetaria-do-bc-2/ Acesso em: 26 fev. 2024