Senado

Plenário aprova voto de pesar pela morte de Geraldo de Mesquita

O Plenário aprovou requerimento do senador José Sarney (PMDB-AP) para inserção em ata de voto de profundo pesar e apresentação de condolências à família do ex-senador e ex-governador do Acre, Geraldo Gurgel de Mesquita, ocorrido na sexta-feira passada (11). Conhecido como Barão, ele foi um dos fundadores do Partido Comunista no estado, na década de 1950. Barão, que morreu em Brasília aos 90 anos, lutava contra um câncer.

– Quero ressaltar a emoção com que leio este requerimento, uma vez que estamos prestando uma homenagem a um dos grandes senadores que passaram por esta Casa, pela sua inteligência, pelo seu patriotismo, pelo seu civismo e pela dedicação, deixando o brilho de sua presença. É um grande brasileiro que muito trabalhou pelo Acre e muito fez pelo Brasil. Deixou exemplos de honradez e competência que todos nós devemos seguir – afirmou José Sarney.

Filho do ex-governador homenageado, o senador Geraldo Mesquita Júnior (PMDB-AC) disse ter ficado sensibilizado e agradeceu às manifestações “de pesar, de apreço, de carinho, de amizade e de solidariedade” em razão do falecimento do seu pai. Ele disse que seu pai foi um homem simples e austero, apesar de ter o apelido de Barão.

Geraldo Mesquita Júnior também cumprimentou a Universidade Federal do Acre (Ufac) que teve, no último Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), quatro cursos com nota máxima. Foram eles os cursos de Pedagogia e Química, em Rio Branco, e Letras e Pedagogia, em Cruzeiro do Sul.

– Meu pai gostaria muito de ter lido essa notícia – disse Mesquita Júnior.

Fonte: Senado

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. Plenário aprova voto de pesar pela morte de Geraldo de Mesquita. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2009. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/senado/plenario-aprova-voto-de-pesar-pela-morte-de-geraldo-de-mesquita/ Acesso em: 12 abr. 2024