Senado

Arthur Virgílio critica censura ao jornal ‘Estado de S. Paulo’ em seu 48º dia

A decisão do Tribunal de Justiça do Distrito Federal de manter a censura ao jornal O Estado de São Paulo foi criticada nesta quinta-feira (17) pelo líder do PSDB, senador Arthur Vírgílio (AM), apesar do afastamento do juiz encarregado do caso, Dácio Vieira. A censura ao informativo já dura 48 dias, salientou o senador.

Com a decisão, o jornal permanece impedido de publicar qualquer notícia sobre a Operação Boi Barrica da Polícia Federal. A operação da PF investiga os negócios do filho do presidente do Senado, o empresário Fernando Sarney, responsável pela administração das empresas da família.

– O Brasil vive uma democracia. É incontestável. Não obstante, convive com a triste e retrógrada censura imposta ao jornal O Estado de S. Paulo por um juiz de Brasília, o desembargador Dácio Vieira – protestou.

Arthur Virgílio citou o editorial da edição desta quinta do jornal, que aponta a incoerência do tribunal em reconhecer a falta de isenção do juiz para impor a censura prévia e ao mesmo tempo manter a censura. De acordo com o editorial, o conselho ignorou o entendimento de juristas, advogados e promotores de que Dácio Vieira teria violado o princípio constitucional da liberdade de imprensa.

Fonte: Senado

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. Arthur Virgílio critica censura ao jornal ‘Estado de S. Paulo’ em seu 48º dia. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2009. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/senado/arthur-virgilio-critica-censura-ao-jornal-estado-de-s-paulo-em-seu-48o-dia/ Acesso em: 19 abr. 2024