Senado

Aprovada proposta que garante salas para alfabetização de adultos

[Foto: Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) / senador Osvaldo Sobrinho (PTB-MT)]

Governos dos estados, municípios e do Distrito Federal, assim como entidades da sociedade civil, podem vir a utilizar salas de aula e outras instalações de instituições de ensino federais para a realização de cursos de alfabetização de jovens e adultos. De acordo com o texto, a cessão dessas salas e demais instalações será feita sem qualquer custo para as instituições ou para os usuários.

A proposta (PLS 309/06) foi aprovada nesta quarta-feira (16) pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). De autoria do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), a matéria foi acolhida na forma de texto substitutivo elaborado pelo senador Alvaro Dias (PSDB-PR), apresentado na reunião pelo senador Osvaldo Sobrinho (PTB-MT).

De acordo com o texto, cada instituição de ensino deve publicar, no primeiro mês de cada semestre, o número e a localização das salas disponíveis para os cursos de alfabetização. As entidades públicas ou privadas que utilizarem as salas serão responsabilizadas por quaisquer danos causados. Caberá à União, aos estados, ao DF e aos municípios regulamentar, por atos próprios, a forma e as condições de utilização desses espaços.

Na justificação do projeto, Cristovam afirma que, apesar de inúmeras tentativas públicas e comunitárias, o Brasil ostenta número vergonhoso de analfabetos – em novembro de 2006, quando apresentou a proposição, eram de mais de 15 milhões de jovens e adultos, segundo o senador. Ainda assim, ele observa que milhares de salas de aula das universidades federais, dos centros de educação tecnológica e de outros estabelecimentos de ensino encontram-se ociosas, principalmente à noite.

De acordo com Cristovam, é dever dos senadores, como responsáveis pela legislação e fiscalização das ações da União, contribuir, de todas as formas possíveis, para a oferta de cursos de alfabetização em todo o território nacional. Ele afirma também ter-se inspirado em iniciativa da então deputada Arlete Sampaio, do DF, que resultou em lei disciplinando essa prática em Brasília.

A proposta agora seguirá para a Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), para decisão terminativa.

Por Gorette Brandão e Rita Nardelli / Agência Senado

Projeto prevê mais agilidade na revogação de doações

Audiência de conciliação não será mais necessária em separação judicial

Aprovada mudança na lei para explicitar que pensão alimentícia cessa com morte de alimentante

Municípios de fronteira poderão ter fundo constitucional

Regularização de trabalho temporário na área rural terá debate

Fonte: Senado

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. Aprovada proposta que garante salas para alfabetização de adultos. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2009. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/senado/aprovada-proposta-que-garante-salas-para-alfabetizacao-de-adultos/ Acesso em: 22 abr. 2024