Esta matéria contém recursos multimídia" />
Senado

Alvaro Dias lamenta ‘banalização da corrupção’ no Brasil Esta matéria contém recursos multimídia

[Foto: senador Alvaro Dias ]
Página Multimídia

O senador Alvaro Dias (PSDB-PR) lamentou, em pronunciamento nesta quarta-feira (25), que a imprensa não tenha dado destaque à medida adotada por partidos de oposição de protolocar 18 representações, na Procuradora Geral da República, “contra irregularidades, ilicitudes e corrupção cometidas pela atual gestão da Petrobras”. As representações foram protocoladas na terça-feira (24).

– Se estivéssemos em qualquer outro país civilizado do mundo, o fato provocaria um enorme impacto e seria estarrecedor. No Brasil, a corrupção foi banalizada de tal modo que nada acontece, não há surpresa, aceita-se tudo passivamente e nenhuma reação visível se apresenta – lamentou o senador.

Alvaro Dias anunciou que novas representações poderão ser protocoladas nos próximos dias, com base em “outros indícios de corrupção” na Petrobras. A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado, criada para investigar as denúncias contra a empresa, poderia, na opinião do senador, auxiliar nos trabalhos do Ministério Público, mas “foi manipulada pelo governo, para impedir a investigação”.

– A CPI se prestou apenas, durante o período em que funcionou, para que autoridades do governo fizessem narrativas técnicas e conceituais, passando ao largo das denúncias existentes. Portanto, não foi CPI, foi encenação, foi uma farsa. Daí a razão para termos dela nos retirado, e a adoção da estratégica de encaminhar [as denúncias] ao Ministério Público – explicou Alvaro Dias.

Fonte: Senado

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. Alvaro Dias lamenta ‘banalização da corrupção’ no Brasil Esta matéria contém recursos multimídia. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2009. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/senado/alvaro-dias-lamenta-banalizacao-da-corrupcao-no-brasil/ Acesso em: 01 mar. 2024