OAB Nacional

OAB-RJ: Lula deveria ter aceito renúncia de Jobim e chefes militares

Rio de Janeiro, 30/12/2009 – O presidente da OAB do Rio de Janeiro (OAB-RJ), Wadih Damous, considerou hoje (30), um “retrocesso” o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ter cedido às pressões do ministro da Defesa, Nelson Jobim e dos comandantes militares e dar um passo atrás na política de direitos humanos desenvolvida pelo ministro  Paulo de Tarso Vanucchi, da Secretaria de Direitos Humanos. Para Damous, o correto seria Lula “ter aceitado o pedido de renúncia de Jobim e dos seus chefes militares” porque a ação de Vanucchi está em consonância com idênticas políticas consolidadas nas democracias mais avançadas  do Planeta.

Não se admite mais após anos de ditadura militar – disse o presidente da OAB do Rio de Janeiro –  que o Brasil e o seu governo ainda se vejam submetidos aos caprichos dos chefes militares. “Os crimes praticados por regimes ditatoriais estão sendo investigados e punidos todos os países que reconquistaram a democracia. Isso não pode ser confundido com revanchismo”, afirmou.

Jobim e os comandantes militares são contra a criação da Comissão da Verdade para investigar a tortura e os arquivos do período da ditadura militar.

Fonte: OAB

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. OAB-RJ: Lula deveria ter aceito renúncia de Jobim e chefes militares. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2009. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/oab-nacional/oab-rj-lula-deveria-ter-aceito-renuncia-de-jobim-e-chefes-militares/ Acesso em: 23 abr. 2024