MPF

MPF/RS denuncia 30 pessoas por tráfico internacional de drogas

O Ministério Público Federal em Passo Fundo (RS) denunciou 30 pessoas envolvidas no tráfico internacional de drogas. A denúncia teve por base as investigações realizadas pela Polícia Federal na chamada “Operação Cataratas”, deflagrada no dia 6 de agosto de 2009, em que foi desmantelado complexo esquema de introdução e distribuição de drogas, sobretudo o crack, advindas do Paraguai.

A droga era transportada principalmente em veículos de passeio, acondicionada em compartimentos especialmente preparados em oficinas mecânicas utilizadas pelo grupo. Segundo o procurador da República responsável pela denúncia, Juarez Mercante, o que mais chamou a atenção no esquema foi o modo como os criminosos camuflavam a droga: “Era modificada para o estado líquido e, após, injetada em compartimentos nos veículos, como o eixo cardã e o cano de descarga. De início, tal procedimento dificultou a ação policial, mas, com o uso das interceptações telefônicas, foi possível empreender maior ofensiva sobre o grupo”.

Ao longo da Operação Cataratas, foram presos os “mulas”, pessoas responsáveis pelo transporte da droga de Foz do Iguaçu até Passo Fundo. Com a deflagração da Operação, em agosto, foram presos os demais envolvidos, principalmente os chefes da organização, os quais continuam presos.

Hugo Gerardo Rojas Alvarenga, paraguaio responsável pela introdução da droga no território nacional, também teve a sua prisão preventiva decretada, mas está foragido.

Foram apreendidos cerca de 70 quilos de drogas, entre crack e cocaína, dezenas de veículos, além de armas e munições. Em um apartamento situado no centro de Passo Fundo funcionava um laboratório, onde foram localizados equipamentos e produtos químicos utilizados para a transformação da droga bruta no produto final, de regra o crack. Até mesmo laxantes de uso veterinário foram encontrados, produto que, segundo apontou a perícia, era utilizado no preparo da droga, com o fim de aumentar o seu volume, tornando assim muito mais rentável a atividade criminosa.

Com a denúncia oferecida pelo MPFal, o grupo responderá pelos crimes de tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico, podendo as  penas chegar a trinta anos de reclusão.

A ação conjunta do MPF e Polícia Federal representou a maior ofensiva do ano contra o tráfico de drogas no Estado do Rio Grande do Sul.

Assessoria de Comunicação Social
Procuradoria da República no Rio Grande do Sul
ascom@prrs.mpf.gov.br
(51)3284.7369 / 3284.7370
Esta notícia está no site da Procuradoria da República – http://www.prrs.mpf.gov.br
ou siga pelo Twitter – http://twitter.com/mpf_rs

Fonte: MPF

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. MPF/RS denuncia 30 pessoas por tráfico internacional de drogas. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2009. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/mpf/mpf-rs-denuncia-30-pessoas-por-trafico-internacional-de-drogas/ Acesso em: 20 jun. 2024