MPF

Crianças aprovam criação do site Turminha do MPF

O Ministério Público Federal conta agora com uma ferramenta de comunicação inteiramente voltada para o público infanto-juvenil. O site “Turminha do MPF” já está no ar e promete contribuir para a formação da cidadania de crianças e adolescentes, com dez personagens ajudando a falar sobre temas como cidadania, direitos humanos e diversidade. O lançamento foi realizado no Memorial do MPF, na Procuradoria Geral da República, e contou com a participação de 45 alunos da Escola Classe 08 de Brazlândia, cidade que fica próxima a Brasília.

Falando diretamente às crianças presentes, que representaram o público para o qual o site é voltado, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, explicou que a Turminha do MPF é uma iniciativa com o objetivo de aproximar o Ministério Público Federal das crianças, para que conheçam melhor o que faz o procurador da República. “E, acima disso, para entenderem o que vocês podem fazer pra melhorar o nosso país, o que vocês desde pequenos precisam conhecer pra que no futuro sejam cidadãos conscientes dos seus direitos e dos seus deveres”, sustentou.

Roberto Gurgel esclareceu que a iniciativa foi integralmente desenvolvida pelos servidores da Secretaria de Comunicação Social da Procuradoria Geral da República. “Nós não contratamos empresa para absolutamente nada, é um trabalho desenvolvido pelo nosso pessoal, sem nenhum custo adicional”, frisou.

De acordo com a procuradora federal dos Direitos do Cidadão, Gilda Carvalho, a partir de agora vai haver uma comunicação mais direta com o público infanto-juvenil, preparando quem sabe futuros procuradores da República, futuros servidores que virão também contribuir para o engrandecimento da instituição. “Essa ideia foi das mais afinadas com o que se quer da educação no Brasil, que é justamente trazer as crianças a conhecer a democracia, as instituições, a participar desde pequeninas já dos destinos desta nação”, afirmou.

Interatividade – Ao final da solenidade, as crianças testaram a novidade em computadores destinados a elas. A estudante Camila de Queiroz, de 10 anos, aprovou a iniciativa e disse que vai acessar o site em casa e na escola. “Eu achei muito interessante, porque fala sobre os direitos de um jeito legal, com a turminha e as crianças”, disse. Vinícius Lima, de 11 anos, também gostou porque, segundo ele, dá direito para as pessoas aprenderem mais da Justiça e do Ministério Público. “Também dá pra acessar jogo na hora que a gente não tiver fazendo nada”, acrescentou. Já Lucas Campos, 12 anos, declarou que o site é bom porque ensina a respeitar as diferenças e aprender sobre os direitos.

A vice-diretora da Escola Classe 08 de Brazlândia, Fernanda Pereira, afirmou que as crianças escutam falar do Ministério Público, mas não têm esse contato, não sabem exatamente o que é e, por mais que o professor trabalhe isso em sala de aula, ainda é abstrato para elas. “A presença do aluno aqui ou mesmo tendo contato através do site, é mais fácil pra gente trabalhar, até a questão da cidadania mesmo, que é uma base e tem que ser construída desde criança”, defendeu. Ela disse também que, por serem crianças carentes, podem levar isso para casa até para ensinar aos pais, que às vezes desconhecem seus direitos.

Para a secretária de Comunicação do MPF, Giselly Siqueira, a ideia de criar uma área para conversar com esse público específico surgiu em 2007, porque havia muita demanda da sociedade, como escolas querendo informação sobre o Ministério Público Federal. “A partir daí a gente percebeu que para conversar com crianças, pré-adolescentes, era preciso ter uma forma específica, ainda mais que a nossa área de atuação é muito dura, com palavras difíceis de se entender. Então, a gente achou que criando personagens infantis, usando desenho, a gente chegaria mais fácil”, concluiu.


Funcionamento – No site, dez personagens ajudam a explicar e contar a atuação do Ministério MPF: Malu, Professor Ari, Vó Zita, Rafinha, Alex e Bóris (o cachorro), Sol, Munani, Rod e Maressa. Para a concepção do conteúdo, foram selecionados alguns temas prioritários de interesse da sociedade e pertinentes às funções do MPF: cidadania, direitos humanos, patrimônio cultural, meio ambiente, diversidade, equidade, justiça, ética, moralidade, democracia, corrupção, violência e criminalidade. Esses assuntos são abordados por meio de ferramentas e recursos que permitem efetividade na comunicação, como blogs e enquetes.

Secretaria de Comunicação Social
Procuradoria Geral da República
(61) 3105-6404/6408

Fonte: MPF

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. Crianças aprovam criação do site Turminha do MPF. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2009. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/mpf/criancas-aprovam-criacao-do-site-turminha-do-mpf/ Acesso em: 22 jun. 2024