TRF4

TRF4, 00002 AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 2007.04.00.031836-5/PR, Relator Juíza Eloy Bernst Justo , Julgado em 11/14/2007

—————————————————————-

00002 AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 2007.04.00.031836-5/PR

RELATORA : Juíza ELOY BERNST JUSTO

AGRAVANTE : HILDEBRANDT E RASPOLT LTDA

ADVOGADO : Geonir Edvard Fonseca Vincensi e outros

AGRAVADO : UNIÃO FEDERAL (FAZENDA NACIONAL)

ADVOGADO : Simone Anacleto Lopes

EMENTA

EXECUÇÃO DE SENTENÇA. SUSPENSÃO DO PROCESSO.

1. Cabível a suspensão da eução que visa a satisfação de crédito reconhecido pela sentença proferida na ação civil pública nº

93.0013933-9, com base no poder geral de cautela, consubstanciado no art. 798 do CPC.

2. Agravo de instrumento desprovido.

ACÓRDÃO

___________________

Vistos e relatados estes autos em que são partes as acima indicadas, decide a Egrégia 2ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª
Região, por unanimidade, negar provimento ao agravo de instrumento, nos termos do relatório, votos e notas taquigráficas que ficam
fazendo parte integrante do presente julgado.
Porto Alegre, 06 de novembro de 2007.

Como citar e referenciar este artigo:
JURISPRUDÊNCIAS,. TRF4, 00002 AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 2007.04.00.031836-5/PR, Relator Juíza Eloy Bernst Justo , Julgado em 11/14/2007. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2010. Disponível em: https://investidura.com.br/jurisprudencias/trf4/trf4-00002-agravo-de-instrumento-no-2007-04-00-031836-5-pr-relator-juiza-eloy-bernst-justo-julgado-em-11-14-2007/ Acesso em: 27 mai. 2024