Política

Gastos com Pessoal da União (Diretos, Indiretos, Civis, Militares, Ativos, Inativos, Pensionistas e Intergovernamentais) – Fonte MF – Base: Março de 2009

Gastos com Pessoal da União (Diretos, Indiretos, Civis, Militares, Ativos, Inativos, Pensionistas e Intergovernamentais) – Fonte MF – Base: Março de 2009

 

 

Ricardo Bergamini*

 

 

Base – R$ bilhões.

 

Itens                     1994     2002     2008     2009*    %PIB

Pessoal Civil        27,0      54,1      110,4     135,0     4,62

Ativos                   13,6      33,3      68,0       93,8       3,21

Inativos/Pensão   13,4     20,8       42,4       41,2        1,41

Pessoal Militar      8,8      20,9       34,1       33,8        1,16

Ativos                    3,8      8,3         13,3      13,4        0,46

Inativos/Pensão    5,0     12,6         20,8      20,4       0,70

Total                     35,8     75,0        144,5    168,8     5,78

 

Notas:

1) 2009 previsão

2) Estamos considerando 194.657 servidores intergovernamentais.

 

 

O custo total de pessoal da União aumentou de R$ 35,8 bilhões em 1994 para R$ 75,0 bilhões em 2002. Incremento nominal de 109,50% em relação ao ano de 1994. Em 2009 está previsto um custo total com pessoal da União de R$ 168,8 bilhões. Incremento nominal de 125,06% em relação ao ano de 2002.

 

Em 2009 a previsão do rendimento médio/mês per capita com pessoal ativo – 1.232.058 servidores (803.333 civis e 428.725 militares) é de R$ 7.245,14, enquanto a média/mês per capita nacional para os trabalhadores formais nas atividades privadas é de R$ 1.321,40 (81,76% menor).

 

Em 2009 a previsão do rendimento medo/mês per capita com pessoal inativo e pensionista – 1.059.131 servidores (728.515 civis e 330.616 militares) é de R$ 4.852,85, enquanto a média/mês per capita dos inativos e pensionistas das atividades privadas (INSS – 22,9 milhões de beneficiários) é de R$ 646,80 (86,67% menor).

 

Com base nos números conhecidos no mês de Março de 2009, comparando com dezembro de 2002, houve aumento do efetivo da ordem 327.312 servidores: Legislativo – 4.739; Judiciário -13.544; Executivo Militar – 176.264 recrutas; Executivo Civil – 118.916 e Ex-territórios e DF de 13.849.

 

Arquivos oficiais do governo estão disponíveis aos leitores.

 

 

* Economista, formado em 1974 pela Faculdade Candido Mendes no Rio de Janeiro, com cursos de extensão em Engenharia Econômica pela UFRJ, no período de 1974/1976, e MBA Executivo em Finanças pelo IBMEC/RJ, no período de1988/1989. Membro da área internacional do Lloyds Bank (Rio de Janeiro e Citibank (Nova York e Rio de Janeiro). Exerceu diversos cargos executivos, na área financeira em empresas como Cosigua – Nuclebrás – Multifrabril – IESA Desde de 1996 reside em Florianópolis onde atua como consultor de empresas e palestrante, assessorando empresas da região sul..  Site: http://paginas.terra.com.br/noticias/ricardobergamini

Como citar e referenciar este artigo:
BERGAMINI, Ricardo. Gastos com Pessoal da União (Diretos, Indiretos, Civis, Militares, Ativos, Inativos, Pensionistas e Intergovernamentais) – Fonte MF – Base: Março de 2009. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2009. Disponível em: https://investidura.com.br/artigos/politica/gastos-com-pessoal-da-uniao-diretos-indiretos-civis-militares-ativos-inativos-pensionistas-e-intergovernamentais-fonte-mf-base-marco-de-2009/ Acesso em: 14 abr. 2024