Diretor do CEJ destaca importância do compartilhamento no II Encontro dos Profissionais da Informação | Portal Jurídico Inv

Diretor do CEJ destaca importância do compartilhamento no II Encontro dos Profissionais da Informação

Teve início nesta quarta-feira (20/11), o II Encontro dos Profissionais da Informação, evento promovido pelo Centro de Estudos Judiciários do Conselho da Justiça Federal (CEJ/CJF). O diretor do CEJ, ministro Arnaldo Esteves Lima, abriu a cerimônia falando para uma plateia composta por bibliotecários e profissionais da informação de toda a Justiça Federal. “A constituição de uma rede de bibliotecas na Justiça Federal facilitará o compartilhamento de recursos, a interligação dos acervos bibliográficos e dos serviços de informação, o desenvolvimento de ações conjuntas de gestão do conhecimento e da informação, bem como, a troca de práticas e a elaboração de novos produtos, a serem disponibilizados aos usuários”, afirmou o ministro.  

Segundo Arnaldo Esteves, o CEJ realiza este encontro com a finalidade de promover o aperfeiçoamento da Justiça Federal e proporcionar aos profissionais da informação o ambiente para atualização e debate de questões que abranjam a gestão e a disseminação do conhecimento jurídico. “Isso tudo para atender melhor às necessidades de magistrados e de servidores, além de cumprir o seu dever fundamental, razão da existência do serviço público em geral, que é servir e atender, da melhor forma possível, à sociedade”, disse Arnaldo Esteves. 

Ainda de acordo com o diretor do CEJ, o Encontro também tem o objetivo de retomar as discussões da rede de bibliotecas da Justiça Federal, pois se trata de uma ótima oportunidade para fomentar, não só o aperfeiçoamento de bibliotecários e profissionais da informação de instituições públicas e privadas, mas também a sua interação. “A necessidade de melhorias da gestão da informação das instituições públicas é extremamente atual, na medida em que a capacidade para disponibilizar informações de forma segura e eficaz é o que reflete a competência de uma instituição”, falou o ministro.

Para ele, a informação é ferramenta essencial no trabalho desenvolvido tanto por magistrados como por quem atua em outras carreiras públicas. “No exercício de suas funções os operadores de direito necessitam de acesso rápido, eficaz e seguro à jurisprudência atualizada, à doutrina e, por vezes, ao direito comparado. Para tanto, precisam contar com o apoio das bibliotecas e de seus dedicados e competentes servidores, a subsidiá-los em suas atribuições”, concluiu. 

Para a secretária do CEJ, Raimunda Veiga, as expectativas para o encontro são muito boas, com destaque para as propostas de se construir a rede de bibliotecas e de tornar efetivo o compartilhamento das informações na Justiça Federal. “Queremos compartilhar nossos acervos, todas as nossas publicações e nossos normativos. Enfim, são muitos os desafios e esse encontro é o primeiro passo para consolidar essas expectativas”, disse. 

O evento, que segue até o dia 22 de novembro, no auditório do CJF, pretende auxiliar no planejamento e na execução das metas propostas para o biênio de 2014-2016. Outro objetivo do encontro é atualizar a base de dados de bibliografia e o Tesauro Jurídico da JF, bem como apresentar um modelo de interface para as bibliotecas da JF que aprimore as boas práticas na gestão do conhecimento e da informação.



Fonte: CJF

Como referenciar este conteúdo

NOTíCIAS,. Diretor do CEJ destaca importância do compartilhamento no II Encontro dos Profissionais da Informação. Portal Jurídico Investidura, Florianópolis/SC, 25 Nov. 2013. Disponível em: investidura.com.br/noticias/242-conselho-da-justica-federal/314956-diretor-do-cej-destaca-importancia-do-compartilhamento-no-ii-encontro-dos-profissionais-da-informacao. Acesso em: 13 Ago. 2020

 

Receba nossos e-mails e infoprodutos jurídicos

 

 

ENVIE SEU ARTIGO