Senado

Mercadante cobra votação de emendas da reforma eleitoral

[Foto: ]

O líder do PT, senador Aloizio Mercadante (PT-SP), questionou há pouco a Mesa do Senado a respeito da conclusão da votação do projeto (PLC 141/09) que altera as leis eleitorais. A continuidade da votação da matéria, iniciada ontem e interrompida às 22h30, deveria ter recomeçado às 9h de hoje, mas foi adiada para as 14h e ainda não começou.

Mercadante lembrou que, para já estar em vigor nas eleições do ano que vem, a reforma eleitoral deverá estar publicada no Diário Oficial da União até o dia 2 de outubro. Como o Senado está modificando o texto aprovado pela Câmara, os deputados terão que analisá-lo novamente e poderá não haver tempo suficiente para isso.

O 3º secretário do Senado, Mão Santa (PMDB-PI), comunicou que os dois relatores do projeto, os senadores Eduardo Azeredo (PSDB-MG) e Marco Maciel (DEM-PE) foram chamados e deverão comparecer ao Plenário para dar prosseguimento às votações.

O senador Alvaro Dias (PSDB-PR), entretanto, observou que dificilmente as votações poderão prosseguir hoje, uma vez que poucos parlamentares estariam no Senado. Nesse caso, a análise do PLC 141/09 deverá ser retomada na próxima terça-feira.

Da Redação/ Agência Senado

Sarney diz que reforma eleitoral deve ser votada ainda hoje

Fonte: Senado

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. Mercadante cobra votação de emendas da reforma eleitoral. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2009. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/senado/mercadante-cobra-votacao-de-emendas-da-reforma-eleitoral/ Acesso em: 27 fev. 2024