OAB Nacional

Caso Arruda: OAB-AM diz que prisão atende clamor da sociedade por punição

Manaus (AM), 20/02/2010 – O presidente da Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Amazonas, Fábio de Mendonça, enviou ofício ao presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante, para manifestar o apoio da entidade ao que chamou de “atuação decisiva” de Ophir ao sugerir à Procuradoria Geral da República o afastamento cautelar ou a prisão preventiva do governador licenciado do Distrito Federal, José Arruda. “Entendemos que a decretação da prisão preventiva do acusado, neste momento, atende ao anseio da sociedade em busca de punição e correção dos males trazidos pela improbidade administrativa aos cofres públicos e à República”.

Ainda segundo o dirigente da OAB-AM, ao se posicionar, a OAB dá sequencia aos movimentos nacionais que marcaram positivamente a história da democracia brasileira.

A seguir a íntegra do ofício remetido pelo presidente da OAB-AM, Fábio de Mendonça:

Ao

Excelentíssimo Senhor

Dr. OPHIR CAVALCANTE JÚNIOR

Presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil

Brasília – DF

Senhor Presidente,

Sendo a OAB uma instituição combatente aos abusos contra a ética, a moral e aos princípios democráticos de direito, cumprimentamos V. Exa. no sentido de manifestar nosso apoio a sua atuação decisiva ao sugerir à Procuradoria Geral da República, o afastamento cautelar ou a prisão preventiva do governador do Distrito Federal, José Arruda, ora licenciado. Bem como ao ajuizar ação civil pública em curso, visando o combate à corrupção.

Entendemos que a decretação da prisão preventiva do acusado, neste momento, atende ao anseio da sociedade em busca de punição e correção dos males trazidos pela improbidade administrativa aos cofres públicos e à República.

Neste momento, vale relembrar o que disse Rui Barbosa àquela época e que ainda prevalece hoje em dia:

“De tanto ver triunfar as nulidades

De tanto ver prosperar a desonra

De tanto ver crescer a injustiça

De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus

O homem chega a desanimar da virtude, rir-se da honra,

a ter vergonha de ser honesto”

E esses fatos ainda continuam acontecendo, havendo a necessidade de que o cidadão de bem e as instituições levantem a bandeira no sentido de combater essas mazelas da sociedade.

Então, Presidente Ophir, a OAB, através da sua pessoa, não está em busca de vitrine e tampouco de fama, como afirmado por algumas partes envolvidas no caso. Pelo contrário, pois ao se posicionar, a instituição vem dar sequência aos movimentos nacionais que marcaram positivamente a história da democracia brasileira.

Continue firme nesse caminho, combatendo a tirania, a corrupção e outras mazelas que ainda afligem o nosso país. Somos solidários aos seus atos.

Antonio Fábio Barros de Mendonça

Presidente da OAB/AM

Fonte: OAB

Como citar e referenciar este artigo:
NOTÍCIAS,. Caso Arruda: OAB-AM diz que prisão atende clamor da sociedade por punição. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2010. Disponível em: https://investidura.com.br/noticias/oab-nacional/caso-arruda-oab-am-diz-que-prisao-atende-clamor-da-sociedade-por-punicao/ Acesso em: 22 jun. 2024