Judiciário

O Judiciário Começa a se Aproximar Mais da População

 

O Conselho Nacional de Justiça, divulgou, em 04/09/2006, no tópico Notícias do seu site (www.cnj.gov.br) a seguinte informação:

 

Programa do CNJ na TV Justiça estréia nesta segunda-feira (04/09)

 

Estréia nesta segunda-feira (04/09), às 21h40, na TV Justiça, o programa Boas Práticas, produzido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O objetivo do programa é mostrar experiências de sucesso no Judiciário e orientar o cidadão na busca por soluções céleres e ágeis na Justiça brasileira.

 

O tema deste primeiro programa será o “Movimento pela Conciliação”, lançado no último dia 23 de agosto pela ministra Ellen Gracie. O movimento, sob o slogan “Conciliar é legal”, tem como objetivo promover, através da cultura da conciliação, a mudança de comportamento dos agentes da Justiça, de todos os seus usuários, dos operadores de Direito e da sociedade.

 

Nos próximos programas, o Boas Práticas, que será semanal, trará uma série de reportagens especiais mostrando bons exemplos de experiências de conciliação Brasil afora.

 

Como se sabe, quem quer, hoje em dia, divulgar amplamente alguma coisa há que utilizar-se dos recursos da Internet ou da televisão. Em termos de número de pessoas a serem informadas, escassos resultados se obtêm quando os meios escolhidos são a revista, o jornal e o livro.

 

Digna dos maiores encômios a iniciativa da ministra ELLEN GRACIE, ainda mais em se considerando a magnanimidade do tema objeto da programação: o Movimento pela Conciliação.

 

Com isso, inicia-se uma era nova de grandes conquistas da cidadania, adquirindo as pessoas informações variadas sobre o importantíssimo instituto da conciliação.

 

É importante que todos conheçam mais sobre esse instrumento de construção de nações civilizadas.

 

O número exagerado de demandas é mau sinal para um país. Infelizmente, no Brasil adquirimos o vício da litigiosidade. É preciso, agora, que voltemos nossas atenções para o diálogo, a boa convivência, a paz social.

 

Através das exposições das experiências de conciliação que vêm sendo realizadas pelo Brasil afora, muita gente verá que é melhor dialogar com seu ex adverso e tentar uma solução pacífica e rápida com ele do que começar uma longa demanda de resultados incertos e desgastantes…

 

Atitude simpática essa de vir a público para, praticamente, contar esse causos judiciários.

 

Mais simpática ainda se houver interatividade entre os expositores e o público em geral. Será uma verdadeira festa da cidadania…

 

 

* Luiz Guilherme Marques, Juiz de Direito da 2ª Vara Cível de Juiz de Fora (MG).

Como citar e referenciar este artigo:
MARQUES, Luiz Guilherme. O Judiciário Começa a se Aproximar Mais da População. Florianópolis: Portal Jurídico Investidura, 2009. Disponível em: https://investidura.com.br/artigos/judiciario/o-judiciario-comeca-a-se-aproximar-mais-da-populacao/ Acesso em: 26 mai. 2024