MPF recomenda a realização de nova audiência pública sobre licitação para arrendamento do porto de São Sebastião | Por

MPF recomenda a realização de nova audiência pública sobre licitação para arrendamento do porto de São Sebastião

O Ministério Público Federal no município de Caraguatatuba recomendou à Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) que prepare nova audiência pública referente ao processo licitatório para o arrendamento das operações portuárias nos terminais do porto de São Sebastião (SP) e que, dessa vez, faça ampla e prévia divulgação de sua realização.

O MPF ainda determinou a instauração de um inquérito civil público para fiscalizar eventuais irregularidades no mesmo procedimento de licitação, bem como fiscalizar eventuais ocorrências de danos ambientais e/ou sociais decorrentes da atividade do objeto da licitação. A recomendação teve origem a partir da constatação de que a única divulgação da audiência pública realizada em 17 de outubro foi feita por meio de uma única faixa fixada em São Sebastião. 

A recomendação, de autoria da procuradora da República Maria Rezende Capucci, pede a divulgação no Diário Oficial, em um jornal local e em outro de grande circulação no estado de São Paulo, assim como a notificação dos Ministérios Públicos Federal e Estadual, das prefeituras de municípios correlatos e da Cetesb e do Ibama. A divulgação ainda deve ser veiculada nos sites da Antaq e do Porto de São Sebastião e, em todos os casos, com no mínimo dez dias de antecedência da realização.

A Lei de Licitações e Contratos Administrativos (Lei 8.666/93) prevê que toda licitação cujo valor estimado for superior a R$ 150 milhões deve ser precedida por uma audiência pública. Esse tipo de  dispositivo permite a participação da sociedade civil, dos municípios diretamente interessados, dos órgãos ambientais competentes e do próprio Ministério Público na discussão do processo em questão.

"Inegável, pois, que restou impedida a participação da sociedade civil, dos municípios diretamente interessados, dos órgãos ambientais e do próprio Ministério Público, de forma que o ato realizado não se prestou ao fim a que se destina, qual seja, possibilitar a participação da sociedade e do próprio Estado - em suas diversas facetas - na gestão pública", escreveu Capucci.


ICP nº 1.34.033.000070/2013-70

Assessoria de Comunicação
Procuradoria da República no Estado de S. Paulo
Mais informações à imprensa: Lucas Carrasco e Fred A. Ferreira
11-3269-5068 (5368)
[email protected]
www.twitter.com/mpf_sp



Fonte: MPF/SP
Seção: Notícias
Categoria: MPF/SP

Como referenciar este conteúdo

NOTíCIAS,. MPF recomenda a realização de nova audiência pública sobre licitação para arrendamento do porto de São Sebastião. Portal Jurídico Investidura, Florianópolis/SC, 11 Nov. 2013. Disponível em: investidura.com.br/noticias/335-mpfsp/314614--mpf-recomenda-a-realizacao-de-nova-audiencia-publica-sobre-licitacao-para-arrendamento-do-porto-de-sao-sebastiao. Acesso em: 30 Set. 2020

 

Receba nossos e-mails e infoprodutos jurídicos

 

 

ENVIE SEU ARTIGO