Operação Desventura: MPF/GO faz primeira denúncia | Portal Jurídico Investidura - Direito

Operação Desventura: MPF/GO faz primeira denúncia

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO), pelo Núcleo de Combate à Corrupção, ofereceu nessa quarta-feira, dia 14 de outubro, a primeira denúncia contra envolvidos Operação Desventura, que desarticulou uma quadrilha especializada em diversos tipos de fraudes. Cinco pessoas pertencentes à cúpula do bando foram denunciadas pelo crime de organização criminosa, previsto na lei federal nº 12.805/13. De acordo com a denúncia, Eduardo Pereira dos Santos, Arcanjo Jorge Peralta, Hernane de Araújo Lima, Leandro de Carvalho Oliveira e Sinomar José da Silva associaram-se com o intuito de planejar e cometer, segundo define o procurador da República Helio Telho Corrêa Filho, um variado “cardápio” de fraudes que rendeu ao grupo cifras milionárias. Os cinco denunciados seguem presos desde o dia em que a operação foi deflagrada. Ver notícia.

As investigações mostraram que o “cardápio” era composto por: fraudes para recebimento indevido de prêmios de loterias da Caixa Econômica Federal (Caixa); fraudes bancárias pela internet mediante furto de senhas; fraudes com boletos bancários e cartões de crédito; pirâmide financeira disfarçada de marketing multinível (“Multiclick”); fraudes em programas de milhagem para emissão de passagens aéreas; fraudes para a liberação de gravames de veículos automotores e imóveis nos sistemas dos Departamentos de Trânsito de Estados da Federação e da Caixa; fraudes com cartões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES e ConstruCard (da Caixa); fraudes relacionadas à obtenção indevida de informações sigilosas junto à Receita Federal do Brasil; fraudes para a obtenção indevida de benefícios previdenciários, em detrimento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), entre outros crimes.

Próximos passos – Telho esclarece, por meio de cota enviada à Justiça Federal, que optou por fracionar a acusação em duas denúncias, sendo uma contra os investigados presos e outra contra os soltos, a fim de que a ação penal a ser instaurada em face dos encarcerados possa tramitar de maneira mais célere, evitando o prolongamento das suas prisões cautelares. “Em breve, será oferecida denúncia contra os demais membros da organização criminosa”, pontua o procurador, que aguarda, ainda, a reunião dos elementos de prova relacionados aos crimes praticados pelos integrantes e colaboradores da organização criminosa, no âmbito de inquéritos policiais complementares, especificamente requisitados para tal fim.

Para mais informações, leia a íntegra da denúncia.

Assessoria de Comunicação
Ministério Público Federal em Goiás
Fones: (62) 3243-5454/3243-5266
E-mail: [email protected]
Site: www.prgo.mpf.mp.br
Twitter: http://twitter.com/mpf_go



Fonte: MPF
 

Seção: Notícias
Categoria: MPF

Como referenciar este conteúdo

NOTíCIAS,. Operação Desventura: MPF/GO faz primeira denúncia. Portal Jurídico Investidura, Florianópolis/SC, 19 Out. 2015. Disponível em: investidura.com.br/noticias/228-mpf/333335-operacao-desventura:-mpf-go-faz-primeira-denuncia. Acesso em: 23 Out. 2019

Receba nossos e-mails e infoprodutos jurídicos

 

 

ENVIE SEU ARTIGO