TRF4, 00003 APELAÇÃO CÍVEL Nº 2003.71.08.012974-7/RS, Relator Des. Federal Edgard Antônio Lippmann Júnior , Julgado em 11

TRF4, 00003 APELAÇÃO CÍVEL Nº 2003.71.08.012974-7/RS, Relator Des. Federal Edgard Antônio Lippmann Júnior , Julgado em 11/26/2007


----------------------------------------------------------------

00003 APELAÇÃO CÍVEL Nº 2003.71.08.012974-7/RS
RELATOR : Des. Federal EDGARD ANTÔNIO LIPPMANN JÚNIOR
APELANTE : AIRTON ROBERTO SCHERER
ADVOGADO : Vanir de Mattos e outros
APELADO : UNIÃO FEDERAL
ADVOGADO : Luis Antonio Alcoba de Freitas
EMENTA
AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR BENFEITORIAS, PERDAS E DANOS, LUCROS CESSANTES E DANO MORAL.
LEGITIMIDADE DA DECISÃO DE NÃO PRORROGAÇÃO DA CESSÃO DE USO. CANTINA SITUADA NAS
DEPENDENCIAS DE UNIDADE MILITAR.
As benfeitorias pelas quais o autor busca indenização não foram comprovadas, tampouco o foi o custo das mesmas.
O prazo do contrato firmado pelo autor com a OM expirou em 2003, aliado ao fato de que inexistia direito à prorrogação, não há
falar em indenização por lucros cessantes.
Também quando à queda de faturamento alegada, não foi juntada nenhuma prova concreta pelo autor, não se prestando meras
alegações à este fim.
ACÓRDÃO

___________________


Vistos e relatados estes autos em que são partes as acima indicadas, decide a Egrégia 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, por unanimidade, negar provimento à apelação, nos termos do relatório, votos e notas taquigráficas que ficam fazendo parte integrante do presente julgado. Porto Alegre, 31 de outubro de 2007.


Como referenciar este conteúdo

JURISPRUDêNCIAS,. TRF4, 00003 APELAÇÃO CÍVEL Nº 2003.71.08.012974-7/RS, Relator Des. Federal Edgard Antônio Lippmann Júnior , Julgado em 11/26/2007. Portal Jurídico Investidura, Florianópolis/SC, 06 Mar. 2010. Disponível em: investidura.com.br/biblioteca-juridica/jurisprudencia/266-trf4/141057-trf4--00003-apelacao-civel-nº-2003-71-08-012974-7-rs--relator-des--federal-edgard-antonio-lippmann-junior---julgado-em-11-26-2007. Acesso em: 29 Out. 2020

 

Receba nossos e-mails e infoprodutos jurídicos

 

 

ENVIE SEU ARTIGO