Reflexões Filosóficas | Portal Jurídico Investidura - Direito

Reflexões Filosóficas

*João do Nascimento

O objetivo do presente texto é promover reflexões filosóficas sobre o poder, o conhecimento, verdade, justiça, a vida cotidiana, as atitudes, o fracasso, o sucesso e o difícil caminho para alcançá-lo, porque a persistência, a abnegação é o que diferencia os homens de mentes fortes e preparadas dos meninos frágeis e despreparados que se abalam com a primeira queda e frustação, cuja personalidade encontra dificuldades para reerguer, recompor-se para trilhar o caminho do sucesso.

Como já dissemos outrora em outras reflexões, o que mais fascina o ser humano é o poder, seja ele econômico, político ou de influência social; não importa qual a faceta predileta para almejá-lo, o importante é que todo e qualquer ser humano busca é ser importante e reconhecido socialmente, e uma das maneiras mais legítimas de buscar a importância e o reconhecimento pessoal e social é investir no intelecto, porque conhecimento é poder desde os mais remotos tempos da humanidade; portanto quem tem parte estratégica do conhecimento tem parte do poder, é por isso que nossas fervorosas argumentações devem fazer sentido e inquietas mentes ávidas pela reflexão.

Dessa forma, para que o ser humano atinja o amadurecimento intelectual é preciso investir no conhecimento como base, expertise e essência da projeção e reconhecimento dos profissionais, nas mais diversas áreas, para que de fato o conhecimento continue fascinando e inquietando as mentes.

Também não se pode esquecer que o conhecimento enquanto know-how é um conjunto de informações estratégicas e também uma estrutura de poder e quem o detém, controla, mesmo sem querer uma pequenina parte do mundo que para muitos é extremamente relevante.

O conhecimento é fascinante porque "a verdade absoluta não existe, ela é semelhante a um espelho que caiu e se quebrou em vários cacos e cada um de nós apropria de um deles e acredita que toda a verdade está contida nele" (Provérbio árabe). Dessa forma, a cada dia novos e efervescentes conhecimentos são produzidos, uns para inovar socialmente, outros apenas para completar e trazer sentido e utilidade na aplicação de informações já existentes.

Esta é uma oportunidade de trazer para os leitores, um seleto grupo de futuros e brilhantes advogados, promotores, juízes, administradores, etc.; algumas estratégias que aprendi num bom livro que guardo comigo e só passo para aquelas pessoas que verdadeiramente vejo que tem sede de conhecimento para melhorar a si próprio, para depois investir sobre o mundo exterior.

Ficaram curiosos! Depois falamos desses macetes que envolvem conhecimento, retórica e oratória, para despertar nas pessoas o interesse pelo que falamos, enfim tentar trazê-las para nossa maneira de pensar, ver e interpretar o mundo que nos cerca, esse é o verdadeiro sentido conhecimento.

É importante dizer que sempre é imprescindível ter acesso a ideias de pessoas cujo intelecto é elevado, isso ajuda a aprender muito a dinâmicas e a força das ideias, não para repeti-las mas para colocar em ordem o próprio intelecto.

Um dos textos que lemos e nos fez refletir e organizar a lógica do pensamento é o Livro "O PODER DA SABEDORIA", veja bem, algumas pessoas vão ti dizer que o conteúdo dessa obra é autoajuda, não se preocupe com isso, pois é uma das melhores maneiras de adquirir conhecimento, pois assim estará lendo uma variada manifestação de ideias de pessoas que viveram e pensaram em diferentes épocas, inclusive alguns deles já foram inspiração para argumentações nas tribunas, enquanto os advogados disseminavam seu conhecimento e seus argumentos, pois demonstravam conhecimentos diversos que inquietavam a mente de seus interlocutores.

Já tivemos a oportunidade de presenciar um advogado citando Nietzsche em uma defesa, ele disse a seguinte expressão: "Em tempos de outrora, um grande filósofo chamado Friedrich Nietzsche disse que ninguém está acima do bem e do mal, trazendo a reflexão desse pensador da existência humana para os nossos dias, devemos utilizar o direito, a lei como instrumento para harmonizar a vida em sociedade, e não permitir que o crime, o mal, seja a expressão da verdade e que isso triunfe em nossa sociedade" e na sequência citou Rui Barbosa, disse: "é isso senhoras e senhores jurados, o mal triunfa, quando homens e mulheres de bem se calam perante as injustiças e nulidades que ainda persistem". Nesse contexto os homens de bem são todos aqueles que não permitem que o mal triunfe sobre o bem, dando uma sensação de caos, falta controle e ordem nas ideias e nas condutas.

O conceito de justiça pode ser entendido como a aplicação de normas e regras na medida certa das condutas realizadas, aparando as arestas, cortando os excessos para que não se torne uma injustiça. Justiça também pode ser entendida como ponto de equilíbrio para a correção ou reparação de situações que promovem a ilegalidade e lesão em direitos e dignidade das pessoas; justiça é a promoção do mínimo de conforto jurídico para quem já sofreu perdas ou já teve sua dignidade ultrajada, vilipendiada ou mesmo despojada.

Podemos dizer que a reflexão leva o homem a rever seus conceitos acerca das coisas, pois o ser humano está em constante aperfeiçoamento de ideias e não se pode conceber que essa capacidade criadora e aperfeiçoadora se mantenha inerte, inalterada, estagnada; isso leva ao retrocesso, haja vista que incumbe ao homem harmonizar a convivência social, com a aplicação de conhecimentos, reflexões em torno daquilo traz qualidade de vida e dignidade para a coletividade.

Assim, David Hume quando propagou seu legado sobre a “Origem das ideias”, quis dizer que nenhum ser humano é uma tábua em branco mas que traz consigo desde o nascimento e inserção social, onde serão inscritas as impressões fruto de sua interação social, ou seja, a experiência repetidamente com outras pessoas influencia o comportamento, mas não é somente isso, toda pessoa traz consigo ideias, sentimentos e vontades adormecidos que serão incentivados ou cerceados na convivência em sociedade, pois os seres humanos possuem propensão para o bem ou para o mal, bastando apenas que um ou outro seja mais incentivado e aperfeiçoado para que com o passar do tempo produza resultados bons ou ruins.

O ser humano traz na sua essência o lado bom e o lado mau, um como impulso para a praticar o bem e a justiça como a maior virtude humana, o outro como instinto de preservação, de proteção própria ou alheia, quando a vida esteja em risco.

O Estado como promovedor do bem comum ou do bem estar social, e a família enquanto sociedade em dimensão micro não podem permitir que indivíduos no seu processo de socialização tenha o lado mal incentivado, sufocando suas consciências, em detrimento do lado bom, que é capaz de impulsioná-los a promoverem o bem, a justiça e a humanidade do seu semelhante e da própria coletividade.

Por fim, vamos refletir sobre o sucesso, o fracasso e o comportamento de homens e mulheres que almejam uma vida de bons resultados, e que se convencionou a chamar de sucesso. Não existe formulas para o sucesso, para uma vida plena sem dificuldades, pois ninguém sem esforço ou atitude atinge o sucesso na vida ou na carreira. O sucesso não se compra...é construído com muito esforço, dedicação, erros, acertos.

O sucesso exige pouca inspiração e muita transpiração e reorganização de vida. A vida é um grande enigma a ser desvendado...um infinito de aprendizado...uma gigantesca biblioteca onde as fontes e os conhecimentos são diversificados e escolhemos aqueles que nos agradam ou são necessários para superar obstáculos e atingir objetivos e metas, pois o sucesso é um imenso desafio que exige muita organização de vida.

Mas devemos ter em mente que não se deve esperar os mesmos resultados de pessoas diferentes, e, não podemos cobrar demasiadamente dos outros aquilo que para nós são coisas simples...as pessoas evidentemente são diferentes mas conseguem os resultados esperados, cada uma a sua maneira, no seu tempo; o pensamento e o poder de reação das pessoas são conforme o estimo que a elas é proporcionado; se incentivamos e deixamos a resposta ser dada ela é produzida no tempo e na qualidade devida, mas se pressionamos e queremos sempre bons resultados, estamos equivocados porque a pressão pela resposta perfeita ofusca o pensamento e o sujeito a cria bloqueios e aversão àquele que o pressiona, principalmente duvidando de suas competências.

A vida de sucesso realmente é uma vida cheia de privações e provações... permeada de altos e baixos... uma vida que difere os homens dos meninos...as mulheres excepcionais das mulheres normais... porque quando os desafios e os problemas chegam e golpeiam implacavelmente... somente os homens e as mulheres excepcionais sabem cair e reerguer com maestria...pois carregam dentro de si a chama de Foco... Atitude e Gratidão pelas experiências que os tornaram fortes para superar as adversidades... já os meninos e as mulheres normais se prostram a chorar e reclamar que nada suas vidas acontecem...florescem e os enaltecem...como se nada exigisse garra... sangue...suor e lágrimas...eis ai o caminho a ser trilhado para atingir o sucesso!!!

Referências Bibliográficas

HUME, David. Os pensadores. 1.ed. São Paulo: Editora Nova Cultura, 1999.

PASTORINO, Torres. Minutos de Sabedoria. Disponível em: http://historiadosamantes.blogspot.com/2011/02/minutos-de-sabedoria.html. Acesso em 19 de abril de 2019.

Pensamentos de Rui Barbosa. Disponível em: https://www.pensador.com/pensamentos_de_rui_barbosa/. Acesso em 19 de abril de 2019.

­­­­­­­­­­­­­­­­­­­________________________________

*João do Nascimento

Bacharel em Direito, com pós-graduação em docência do ensino superior, História da Ciência, História e cultura mineira e historiador; e autor de diversos artigos Jurídicos, Filosofia e Sociologia. 19/04/2019.


 

Como referenciar este conteúdo

NASCIMENTO, João do. Reflexões Filosóficas. Portal Jurídico Investidura, Florianópolis/SC, 29 Abr. 2019. Disponível em: investidura.com.br/biblioteca-juridica/artigos/filosofia-do-direito/337352-reflexoes-filosoficas. Acesso em: 22 Jul. 2019

Receba nossos e-mails e infoprodutos jurídicos

 

 

ENVIE SEU ARTIGO