A Depreciação do Dólar | Portal Jurídico Investidura - Direito

A Depreciação do Dólar

 

A disparada dos preços das comodities no mundo é um sintoma claro de que a moeda norte-americana está queimando nas mãos de quem a tem. Creio que os novos preços praticados pelo mercado não deverão regredir, a menos que haja uma recessão mundial, puxada pela China. O fato novo é que a moeda de pagamento internacional deixou de ser a âncora cambial para países como o Brasil. As moedas nacionais estão flutuando, sem um referencial estável. Essa situação é única na história monetária e ninguém sabe prever o que pode acontecer se for preciso migrar para outra moeda, a substituir o dólar. Abre-se um período de incerteza sem precedentes. O ministro Guido Mantega queimou a lingua a dizer que a elevação de preços registrada nos últimos meses no Brasil vai regredir. Não há como.

 

 

 

* José Nivaldo Cordeiro, Executivo, nascido no Ceará. Reside atualmente em São Paulo. Declaradamente liberal, é um respeitado crítico das idéias coletivistas. É um dos mais relevantes articulistas nacionais do momento, escrevendo artigos diários para diversos jornais e sites nacionais. É Diretor da ANL – Associação Nacional de Livrarias.


Como referenciar este conteúdo

CORDEIRO, José Nivaldo. A Depreciação do Dólar. Portal Jurídico Investidura, Florianópolis/SC, 10 Fev. 2011. Disponível em: www.investidura.com.br/biblioteca-juridica/artigos/economia/178593-a-depreciacao-do-dolar. Acesso em: 06 Dez. 2019

 

Receba nossos e-mails e infoprodutos jurídicos

 

 

ENVIE SEU ARTIGO